Google+ Badge

sexta-feira, 4 de abril de 2014

Parte I - Copa do Mundo no país do futebol

Eventos de grande envergadura, tais como a COPA DO MUNDO DE FUTEBOL, OLIMPÍADAS, PARAOLIMPÍADAS, e outros, sempre colocam os países sede, como grande vitrines aos olhos do mundo.
Somos penta e caminhamos em busca do hexa campeonato.
Vivemos em um período democrático em que os governantes são escolhidos por votação direta e desta vez a disputa do título será aqui.
Pelo fato da Seleção Brasileira jogar em casa, não podemos restringir as lentes apenas para as arenas onde ocorrem as disputas e cientes que a seleção brasileira apresenta a seleção de futebol mais vitoriosa do mundo, porém derrotada pela infraestrutura da nação que representa.
Sem falar dos problemas de transporte interno para a própria realização da Copa do Mundo, como os aeroportos, nosso país possui sua estrutura portuária sucateada, um sistema de saúde deficitário, aliado a um nível educacional medíocre.
Uma desigualdade social e violência nos estádios, de fazer cego enxergar, tudo isso poderá tornar a Copa do Mundo de Futebol 2014, em faca de dois gumes, para os olhos dos grandes investidores do planeta.
Eu diria que o país vai ser “descoberto” novamente pelas lentes grandes angulares da mídia internacional, e sinceramente, não sei se eles vão gostar do que verão fora do campo.
As copas do mundo no hemisfério pobre
A copa do Mundo sempre é disputada em junho e julho, meses que correspondem ao verão no Hemisfério Norte e inverno no Hemisfério Sul.
Desde 1950, cinco anos após a II Guerra Mundial a Copa do Mundo foi disputada no Brasil. Estiveram presentes apenas treze seleções. As cidades sedes na ocasião foram Rio de Janeiro (então Capital do País), São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre e Recife.
Os meios de transportes engatinhavam; a aviação comercial era acanhadíssima; as estradas não existiam ou eram precárias e a logística de deslocamento das seleções e dos turistas só não se transformou em um caos face ao pequeno número de equipes participantes e de turistas e o Brasil não conseguiu vencer.
A primeira vitória da seleção canarinho ocorreu em 1958 na Suécia; a segunda em 1962 no Chile e a terceira no México em 1970.

A copa de 1970 no México

O ano era 1970. A canção tema de Miguel Gustavo, “Pra frente Brasil” enchia de orgulho a nação. O Brasil vivia em regime de ditadura militar - período de repressão e censura. 
A Copa foi transmitida a cores para o mundo, o governo brasileiro criou a loteria esportiva. Médici pautou seu governo estreitando laços entre a ditadura e o futebol.
A ditadura encontrou um meio de dar pão e circo para o povo, especialmente após a seleção canarinho ter se sagrado vencedora.


Continua....