Google+ Badge

sexta-feira, 22 de julho de 2016

BREXIT – 23 JUNHO 2.016.

O QUE SIGNIFICA?

Expressão popular cujo significado é : 'SAÍDA BRITÂNICA'

SAÍDA DE ONDE?
Do Bloco Europeu
POR QUÊ?
Essa é a vontade dos chamados eurocéticos que sempre foram contrários á integração do Reino Unido ao Bloco Europeu.

QUEM OS REPRESENTA?
São representados principalmente pelo Partido da Independência do R.U (UKIP) liderado por Nigel Farage.

QUAL A JUSTIFICATIVA?
1- Alegam que a U.E impõe excessivas regulações as atividades e que os custos não compensam os ganhos.
2- Defendem também restrições drásticas a circulação de pessoas no espaço europeu.
3- Opõem-se ainda a integração politica do bloco.

QUAIS AS ARMAS UTILIZADAS PELOS EUROCÉTICOS PARA OBTEREM A VITÓRIA NO PLEBISCITO?
1- Crise econômica da Zona do Euro
2- Crise Humanitária provocada pelos refugiados, possíveis tomadores de emprego da população local

QUAL A POSIÇÃO DO 1º MINISTRO?
David Cameron (1º Ministro) juntamente com a elite britânica, a Escócia e os EUA são contrários. Barak Obama advertiu a Inglaterra, que no caso de separação, os britânicos não deveriam esperar um tratamento diferenciado dos EUA como por exemplo um acordo bilateral e que o Reino Unido iria para o fim da fila em matéria de acordos comerciais.

QUAIS AS CONSEQUÊNCIAS?

1- Perda de um dos pilares da União Europeia.
2- A Inglaterra sempre representou dentro do Bloco uma voz a favor das relações comerciais abertas. Sem sua presença o Mercado Europeu deverá se fechar como uma ostra.
3- A possível saída da Escócia do Reino Unido.

4- Desintegração do Bloco Europeu e do Reino Unido com sérias mudanças na Ordem Mundial.

sábado, 20 de fevereiro de 2016

NOVOS LIVROS

SINOPSE

Herdeira da maior parte do espólio da extinta União Soviética, a Rússia ressurgiu como um gigante, com pretensões de conquistar, no espaço mundial, o mesmo poder dos antigos impérios. Líder do Bloco da Comunidade dos Estados Independentes (CEI), vem desempenhando um papel importante na diplomacia internacional, mostrando disposição para recuperar o lugar decisivo que teve, em nível mundial, durante boa parte do século XX. 
Em razão dessa importante atuação, conhecer a história russa é um caminho para compreender as diversas forças políticas e ideológicas que disputam a supremacia sobre o planeta. 
Procuramos, neste livro, apresentar e discutir os principais eventos dessa história, de grandes derrotas e vitórias: o início, com os Vikings; a invasão mongol; o surgimento de Moscou, no século XIV, que passa a ser o núcleo da nação russa e o período imperial, sobretudo os reinados de Ivan IV e Pedro I, o Grande. Acompanhamos, ainda, as duas grandes guerras, o desmoronamento do Império; os governos de Lenin e Stalin; a Guerra Fria, os governos de Brejnev, Gorbachev e do polêmico Vladmir Putin que, com ações como a anexação da Península da Crimeia em 2.014, vem abalando a opinião mundial.


SINOPSE

Dada a importância dos conflitos que vêm ocorrendo no Golfo Pérsico para a atual configuração do cenário mundial, apresentamos, no presente livro, a história desse território e dos problemas que envolvem a convivência entre seus povos.
Entretanto, compreender a natureza dos fatos que ali têm se desenrolado exige uma incursão no espaço geográfico e, sobretudo, nas relações que seus habitantes desenvolvem entre si e com o ambiente que os circunda. 
Por essa razão, procuramos apresentar a trajetória da ocupação humana dessa área desde a sua origem até a formação das nações atuais, que tentam conviver em paz e harmonia, como é o caso do Irã, Iraque, Kuwait e, ainda, da nação Curda, que até hoje luta por um território. 
Trata-se de um mergulho em mais de 2.500 anos de história, em que procuramos destacar o Império Persa; a conquista dos árabes, que marcou a conversão dos habitantes ao islamismo; a invasão turca e a dos mongóis; a independência e as dinastias Safávida; a ocupação do Império Turco-Otomano; passagem do Irã e do Iraque para a tutela do Reino Unido; os movimentos nacionalistas emancipacionistas e a conquista da independência de alguns países após a Segunda Guerra; a disputa entre os EUA e a URSS, durante a Guerra Fria, pelo domínio da região; a Revolução Islâmica; a guerra entre Irã e Iraque; a Guerra do Golfo, seguida pela invasão dos EUA no Iraque e a formação dos grupos insurgentes que atuam até hoje, como o Al Qaeda. 
Nesse percurso, fica muito clara a importância geográfica e estratégica que a região sempre teve como ponte entre a Europa, o restante da Ásia e a África, e como grande lençol petrolífero. 
Considerando que esse território sempre foi alvo de cobiça das potências, que vêm submetendo esses povos à exploração, humilhação e morte, e que o Estado Islâmico já concentra seu domínio no Norte do Iraque e Leste da Síria, procuramos discutir os desdobramentos dessa situação, sem dúvida, essenciais para se entenderem as mudanças políticas, geográficas e migratórias do mundo em que vivemos.

Á partir de 2ª feira vendas pela Internet



sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

FENÔMENO DA SUPER CÉLULA


Imagem retirada da Internet,  desconheço a autoria.

Esse fenômeno surge através da formação de uma grande nuvem de tempestade, denominada "SUPER  CÉLULA".
Mas, o que são essas poderosas tempestades?
Primeiro é importante citar que elas são sempre severas e possuem grandes correntes de ar  que se movimentam  de cima para baixo ou o contrário, no seu interior, com o tempo, o cisalhamento  desse  ar  costuma dar origem  a um meso ciclone, e a presença dele faz  a tempestade  rotacionar e por fim, originar um tornado, porém vale lembrar que só 1% das super células  que se formaram pelo  mundo deram origem  a tornados.
O fenômeno foi visto perto de Barra Velha, Norte de Santa Catarina  e depois  foi para o oceano  onde se dispersou.
Pelo  fato da super célula não ter tocado o chão , não chegou a formar um tornado.
Porém os ventos chegaram a mais de 115 km/hora provocando um grande numero de desabrigados.
Dizem que depois do vendaval vem a bonança, ao que parece não foi desta vez que o dito popular  se fez cumprir.
Pois alguns dias depois, desta vez no Sudoeste  do  Estado do  Paraná, surge  uma nova super célula . Desta vez  o fenômeno toca o solo e transforma-se em um TORNADO, cuja forma é a de um funil , funcionando como um aspirador gigante  e que vai sugando e destruindo tudo o que encontra pela frente.

Texto de autoria de Marcos A. Moraes

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

AQUECIMENTO GLOBAL x AEDES AEGYPTI

O aquecimento faz insetos picarem muito mais, visto que quanto maior o calor mais rápido os ovos vão eclodindo em mosquitos, cujo metabolismo também fica mais acelerado, motivo pelo qual necessitam alimentarem-se mais e expandindo a transmissão das doenças.

Para os mosquitos é uma festa vampiresca, mas para nós já esta sendo um caos.
Por que os países ricos da Zona Temperada estão preocupados?
Em primeiro lugar pelo fato do Efeito Estufa não escolher faixa térmica, a Terra ser aquecida totalmente e o mosquito já esta procriando por lá.
Em segundo lugar se você foi picado por um desses mosquitos, você passa a ser um hospedeiro do vírus transmitido pelo mesmo e levá-lo onde quer que vá. 

Dengue


Autoria: Marcos A. Moraes