Google+ Badge

segunda-feira, 5 de novembro de 2007

Colabore com a VIDA

A Lei do horror


Retirado do site:

http://www.colaborecomavida.net/

Sabia que o Projeto de Lei que pretendem implantar no Brasil, tornaria o aborto
legal em QUALQUER época durante a gestação?
Esse detalhe é terrível e precisa ser mostrado à população, com tudo o que isto significa.

Nos movimentos contra o aborto, temos:

1 - Manifestações públicas que dão visibilidade ao movimento.

2 - Palestras, seminários, etc., que aprofundam essas questões, mas a elas
comparecem, em minoria, pessoas já predispostas contra o aborto.

3 - Veiculações na mídia, que ajudam a formar opinião.

Entendemos que agora é preciso desenvolver uma campanha que
alcance a massa neutra ou não envolvida, levando-lhe as informações que
não chegam ao grande público.

A campanha Colabore com a VIDA pretende abrir assas portas, focada,
de início, nos estudantes de 2º Grau (que são formadores de opinião), mostrando o que realmente está acontecendo em países que legalizaram o aborto.

Também queremos mostrar que a lei que pretendem implantar no Brasil,
tornaria o aborto legal em QUALQUER época durante a gestação. Esse detalhe é terrível e precisa ser mostrado à população, com tudo o que isto significa.

Colabore com a VIDA será direcionada, num primeiro momento, contra o
Projeto de Lei que pretende descriminalizar o aborto em nosso país.

A realização dessa campanha é muito simples, prática e qualquer pessoa pode colaborar.

Veja como:

Colabore com a VIDA

É SIMPLES

1 - Visite sozinho ou em comissão, escolas/colégios de 2º Grau, em sua cidade.
OBSERVAÇÃO: poderá fazer esse contato até mesmo por telefone.
2 - Apresente este Projeto à direção da escola, visando que a mesma se encarregue de
distribuir os folhetos da campanha aos alunos de 2º Grau e aos professores.
Os folhetos (modelo abaixo) serão enviados diretamente à escola, pelo correio.
3 - Anote nome da escola, endereço, telefone, nome da pessoa responsável
e o número aproximado de alunos do 2° Grau.
IMPORTANTE: o endereço precisa estar completo, inclusive com o CEP.
4 - Envie esses dados por telefone, e-mail ou carta para Colabore:
Tel. (85) 3249-6812
E-mail: colabore@colaborecomavida.net

Carta: Colabore com a VIDA
Caixa Postal 52853 Fortaleza-CE Cep 60150-970

SÓ ISSO!

Com esta simples ação você estará ajudando a evitar que o Brasil legalize
o aborto e venha a ser mais um país a fornecer matéria prima para a indústria
do DESMANCHE de fetos.

Os folhetos enviados para essas escolas têm o seguinte teor:


Oi colega, vamos falar sério?

Quando estavam matando a liberdade dos cidadãos brasileiros os
jovens pintaram as caras e foram às ruas exigir democracia...
... e CONSEGUIRAM.

Agora, querem liberar a matança de cidadãos brasileiros ainda
nos úteros de suas mães... e sabe por que?
Certamente para vendê-los à indústria do DESMANCHE de fetos,
como já acontece em vários países.
Há tanta miséria no Brasil que vai ser fácil contratar mulheres a ficarem grávidas
até o sétimo mês, quando o bebê já está grande o bastante para ser utilizado em
experimentos científicos, fabricação de cosméticos, etc.

Duas perguntinhas inocentes:
1 - Por que será que a lei que está tramitando no
Congresso brasileiro pretende legalizar o aborto
durante qualquer período da gestação?
2 De onde vem o dinheiro que está bancando o formidável
lobby que foi criado para fazer passar essa lei?

Você que navega na Internet já dever ter visto sites internacionais - desses
que sempre mudam de endereço para não serem identificados - com
tabela de preços para compra de partes dos corpos de fetos...
Pois, se essa lei passar no Congresso, vamos começar a ver propagandas assim, no Brasil:

Compra-se:
Fetos entre dois e três meses de gestação: R$ 500,00.
Bebês de 4 a 9 meses de gestação: R$ 1.500,00.

Então, colega, vamos deixar ISTO ACONTECER no nosso país?

O Prof. Andrew Goliszek que leciona biologia, fisiologia humana e endocrinologia na Universidade
Estadual A&T da Carolina do Norte - EUA, documentou pesquisas, publicando com elas o livro
In the name of Science, cujo título em português é Cobaias Humanas (Ediouro).

Veja só uns trechinhos:

“O horripilante segredo do desmembramento e colheita fetal foi revelado publicamente
em 1999 quando a televisão levou ao ar uma reportagem investigativa, descrevendo
um dia de trabalho numa firma que faz tráfico de partes de fetos.
A enfermeira Brenda Pratt Shafer narrou um fato que a levou a abandonar aquele trabalho,
quando o médico fazia o aborto em uma mulher que estava grávida de seis meses:
“O médico fez o parto do corpo e braços do bebê, tudo exceto sua cabecinha. O corpo do bebê
se mexia. Os dedinhos estavam apertados. Estava chutando com os pés. O médico pegou um par
de tesouras e as inseriu no dorso da cabeça do bebê e o braço do bebê sacudiu num recuo, uma
reação de sobressalto, como um bebê faz quando acha que pode cair.
Então o médico abriu as tesouras. Depois, introduziu o tubo de aspiração em alta
potência dentro do buraco e aspirou para fora o cérebro do bebê.”

Assim, diante da lei, o bebê estava morto e podia ser abortado.

O Ministro da Saúde fala em aborto “seguro”... Só que para o bebê o aborto
nunca é seguro, mas é 100% mortal. Ninguém, seja rico ou pobre, tem o direito
de exigir segurança para si ao matar um inocente. Os ladrões não têm direito a
um "roubo seguro"; os seqüestradores não têm direito a um "seqüestro seguro";
os homicidas não têm direito a um "homicídio seguro".

Há outras opções que podemos discutir em outro momento.

AGORA precisamos evitar que essa lei passe no Congresso.

Então colegas, só PINTANDO AS CARAS e saindo às ruas
para impedir esse horror, porque isto não estará acontecendo
num filme ou num game, mas na vida real.




Visitem:


Colabore com a VIDA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.