Google+ Badge

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

NOVA EPIDEMIA


Uma nova epidemia alastra-se velozmente por todo o Planeta.
Não. Não é a gripe suína.
É um surto silencioso, mas implacável; vitíma milhares; não opta por idade ou sexo, mas escolhe, por enquanto, a classe social.
Sua preferência são os miseráveis.
Então já conseguiu descobrir seu nome?
Ainda não?
Ora não se trata de ninguém nada mais ou menos do que a Dona FOME, que desde os tempos remotos tem o péssimo hábito de vagar por toda parte, tanto que ostenta, em latim o nome de FAMINEM”.
Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU) através do setor que cuida da Agricultura e Alimentação (FAO) morre cada segundo uma criança atingida pela nefasta visita da dama acima citada, que aniquila o corpo.
Porém, pasmem! Há algo muito mais terrível que está assolando a sociedade moderna e age de forma implacável junto a todas as classes sociais.
Segundo a Doutrina Espírita a cada segundo, o mundo produz um número cada vez maior de angustiados pela solidão, de carentes de afeto e de prisioneiros da depressão.
Ante essa realidade do mundo contemporâneo, constituído pelo imenso contingente de famintos do corpo e do espírito, abre-se a porta de acesso aos espíritos inferiores (por estarmos fracos) tornando as obsessões verdadeira pandemia.