Google+ Badge

domingo, 4 de novembro de 2007

No Bercário




Estavam no mesmo berçário
Paulinho, Ana e Clarinha
E de todos recebiam carinho.


O papai de Paulinho
Ao vê-lo dizia orgulhoso:
Meu filho é maravilhoso
É a cara do vovô Belarmino.


Vovó Benedita , com a Ana
Em seu colo, arrumava uma fitinha
Em sem cabelo e fitava a netinha
Com desvelo, chamando-a de bendita.


Clarinha por ser chorona
Atrapalhava o soninho de todos
E só parava quando mamava gostoso
Por isso a mamãe dizia que ela seria gordona,
Tal qual a tia Gioconda, que é bem redonda.


Cada um tem um modo
E se parece com alguém
Mas se for ver bem
Bebezinhos não se parecem com ninguém...


Nascem desdentados, pelados e
Com cara de joelho,
Mas Deus me livre
Botar o bedelho
Na aparência de filho alheio.


Texto de Maria A. B. de Moraes
Foto de Marco Aurelio B. de Moraes


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.